Hortolândia promove festival “Planeta Rock”, neste fim de semana

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Evento será no sábado e domingo (09 e 10/07), às 10h, no Parque Chico Mendes; público poderá doar um quilo de alimento não perecível

Tribos roqueiras de Hortolândia, alegrai-vos! As guitarras vão urrar em alto e bom som. O município promove a 8ª edição do festival “Planeta Rock”, neste sábado e domingo (09 e 10/07). O evento será, às 10h, no Parque Socioambiental Chico Mendes, localizado entre as avenidas Olívio Franceschini e Santana, na região central. A realização é da Prefeitura em parceria com a loja Planeta Hippie.

Além de curtir muito rock, o público poderá praticar o bem com a doação de um quilo de alimento não perecível na campanha de arrecadação, que o FunSol (Fundo Social de Solidariedade), órgão da Prefeitura, promoverá nos dois dias do evento. 

O festival terá mais de 20 atrações de diferentes vertentes do rock (confira abaixo a programação). Um dos destaques é o grupo Madeira Brasil, que se apresentará no sábado, às 14h. O Madeira Brasil, formado por clarinetas, é um dos grupos do Centro de Educação Musical Municipal de Hortolândia (CEMMH) Maestro Ronaldo Dias de Almeida, órgão da Prefeitura, cujos integrantes são alunos e músicos formados no próprio centro.

Entre um show e outro, o público poderá recarregar as energias na praça de alimentação com food trucks. Para os pequeninos, o festival terá área kids com brinquedos infláveis (tobogã, balão pula-pula castelo e piscina com bolinhas). Outro atrativo será a feira de artesanato com empreendedores que integram o programa EcoSol (Economia Solidária), da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social. 

O secretário de Cultura, Régis Athanazio Bueno, destaca o encontro de gerações que acontecerá no evento. “Essa 8ª edição marca o retorno da vitrine que é o Planeta Rock. Será um encontro de gerações, entre bandas novas e músicos que participaram das sete edições anteriores, e que agora retomaram os ensaios para se apresentarem em grande estilo. É uma fusão musical de grandes amigos de palco, que oferecem o melhor do rock ao público da cidade”, destaca o secretário.

Podcast 

Para fazer um esquenta para o festival, a Prefeitura fará um podcast ao vivo, nesta quinta-feira (07/07), às 17h, com os artistas que se apresentarão. O podcast será transmitido no canal do YouTube da Secretaria de Cultura. Participarão Jairo Dekir e Wilson Demaret Bardou Júnior, idealizadores do festival, Nino Fonseca (associação Central do Rock), e os grupos The Lokomotiv, Tio Wilson e Os Intrusos, Porta Copos, Dhrama, Mr. Soad, Fao Troffea, Dr. Raul, F3 Hardcore, Raizamah, Madeira Brasil, Nirvinia, Hangover, 4 Guitar e Ufoos.

Confira abaixo a programação do 8º Planeta Rock:

Sábado (09/07):

– 10h: Tatto Brown (locutor da rádio Digital Pop)

– 11h: DJ André (clássicos do pop e do rock brasileiro e internacional)

– 14h: Raizamah (pop rock autoral) e Madeira Brasil (pop rck nacional)

– 15h: Dr. Raul (tributo a Raul Seixas)

– 16h: Porta Copos (classic rock)

– 17h: Rock Ao Cubo (classic rock)

– 18h: Dhrama (new metal)

– 19h: The Lokomotiv (pop rock) 

– 20h: Tio Véio (classic rock)

– 21h: Hangover (classic rock)

– 22h: The Noite (classic rock)

Domingo (10/07):

– 10h: Tatto Brown (locutor da rádio Digital Pop)

– 11h: DJ André (clássicos do pop e do rock brasileiro e internacional)

– 13h: 4 Guitar – Workshop instrumental de guitarra com os músicos Felipe Medeiros, Leozinho Oliveira, Isack Meres, Maelson Chagas e Uesley Motta

– 14h: Radiotaste (pop rock alternativo)

– 15h: Wilson e Os Intrusos (pop rock alternativo)

– 16h: Mr. Soad (cover do grupo System of Down)

– 17h: Fao Troffea (rock alternativo experimental)

– 18h: F3 Hardcore (hardcore)

– 19h: Nirvinia (cover do grupo Nirvana)

– 20h: Ufoos (cover do grupo Foo Fighters)

Inscrições para sarau “Evoé Portas Abertas” terminam nesta sexta-feira (08/07)

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Evento da Prefeitura de Hortolândia será no dia 22 deste mês, na Escola de Artes Augusto Boal

Você quer fazer uma apresentação teatral e performática? Então, inscreva-se para o sarau “Evoé Portas Abertas”, realizado pela Prefeitura de Hortolândia. As inscrições devem ser feitas, até esta sexta-feira (08/07), por meio deste LINK. As inscrições também pode ser feitas no QR Code que está no arquivo anexo abaixo. Podem se inscrever aprendizes dos cursos de arte e cultura ministrados pela Prefeitura, artistas da cidade e da região e a população. As apresentações devem ter até no máximo 10 minutos de duração. É necessário também especificar a classificação indicativa. O sarau é um dos eventos mais tradicionais do calendário cultural do município. Em virtude da pandemia, o sarau não aconteceu nos últimos dois anos.

O evento foi criado, em 2015, por aprendizes das Formações Culturais (cursos profissionalizantes) de Arte Dramática (Teatro) e de Dança, ministrados pela Prefeitura na Escola de Artes Augusto Boal. O sarau faz parte da disciplina Legislação e Produção Cultural, que consta da grade curricular das formações. A palavra “evoé” é um grito de evocação ao deus da mitologia romana Baco (ou Dionísio, na mitologia grega), relacionado às festas e ao vinho. O sarau tem “portas abertas” para pessoas que queiram participar. O objetivo é promover a livre circulação de experimentos e manifestações artísticas.

O sarau será no dia 22 de julho, às 18h30, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. Em virtude da pandemia, o sarau não foi realizado nos últimos dois anos. O evento é aberto ao público. A Prefeitura de Hortolândia reforça que é obrigatório o uso de máscara durante o sarau.

Foto: Espetáculo “Circo Firuliche”, do artista de Hortolândia, Shita Yamashita, que será apresentado no sarau “Evoé” deste ano

Crédito: Carol Hernandes

Estão abertas inscrições para o festival “Dança Hortolândia”

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Evento acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de setembro, na Unidade Cultural Arlindo Zadi, no Jardim Amanda

Os dançarinos terão a oportunidade de mostrar seu talento artístico. Estão abertas as inscrições para o festival “Dança Hortolândia”. Quem quiser participar deve se inscrever por meio deste LINK. A inscrição também pode ser feita por meio do QR Code que está no arquivo anexo abaixo. O prazo de inscrição termina no dia 30 deste mês. O festival é aberto somente para artistas, professores, alunos e grupos de dança do município. O evento será realizado pela Prefeitura de Hortolândia em parceria com a escola de dança Danç´Art.

O festival terá apresentações de dança das seguintes modalidades: balé, jazz, sertanejo, danças urbanas, afro e gospel, e estilo livre. Os dançarinos poderão fazer apresentações solo, em dupla, trio ou em grupo, divididas por categorias etárias: baby (4 a 6 anos), infantil (7 a 11 anos), junior (12 a 14 anos), juvenil (15 a 17 anos), adulto (a partir de 18 anos) e melhor idade (a partir de 60 anos). O regulamento completo do festival está disponível no site Mapa da Cultura, da Secretaria de Cultura. Para mais informações sobre o evento, os interessados podem acessar o próprio site Mapa da Cultura, ou pelo Zap da Cultura, serviço de atendimento via WhatsApp, cujo número é (19) 99979-5576.

O festival será nos dias 22, 23 e 24 de setembro, no teatro Elizabeth Keller, que fica na Unidade Cultural Arlindo Zadi, órgão da Prefeitura localizado na rua Graciliano Ramos, 280, Jardim Amanda. O evento será aberto para a população.

O secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, salienta que o evento é para promover a circulação e a valorização de grupos, escolas e artistas de dança do município. “A Prefeitura abre as portas para eventos e propostas consistentes como o festival ‘Dança Hortolândia’. Somos um celeiro de talentos nessa área. Vamos preparar o evento para que a população possa curtir todo o encanto e a magia dos artistas de dança da cidade”, destaca o secretário.

Crédito da foto: Gabriel Oliveira

Centro de Educação Musical de Hortolândia realiza audições coletivas

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Alunos farão apresentações em grupos nesta quarta-feira (06/07), às 20h

Proporcionar aos alunos a experiência de se apresentarem para o público. É com esse objetivo que o Centro de Educação Musical Municipal Maestro Ronaldo Dias de Almeida, órgão da Prefeitura de Hortolândia, realiza as audições coletivas, nesta quarta-feira (06/07). O evento será às 20h, no próprio centro, que fica na rua Vicente Palhão, s/nº, Jardim Santa Cândida. As apresentações são abertas para a população, que deve chegar ao local com pelo menos 15 minutos de antecedência. De acordo com a Secretaria de Cultura, o evento começa pontualmente. A Prefeitura salienta que é obrigatório o uso de máscara durante as apresentações. No mês passado, o centro promoveu as audições individuais.

As audições coletivas são o momento em que os alunos mostram o trabalho desenvolvido nos semestres letivos dos cursos ministrados pelo centro. Participam estudantes de diferentes níveis de formação. “É sempre uma emoção acompanhar as audições coletivas porque temos a oportunidade de ver o desenvolvimento de cada aluno individualmente e em grupo. É uma forma de prestigiar também os monitores que passam horas lapidando as ‘joias’ musicais do Centro de Educação Musical Municipal Maestro Ronaldo Dias de Almeida”, destaca o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno.

Confira abaixo o programa das apresentações do estudantes:

– Grupo de percussão:

glockenspiel: Raissa Ribeiro

xilofone: Leonardo Henrique de Souza

vibrafone: Bruna Souza

marimba: Priscila Andrade 

bongô: Gabriel Sakae

bateria: Mikael Moura Forquim

– “The glory days”, de Michael Giacchino (música-tema do filme de animação “Os Incríveis”)

– Quarteto de trompetes:

trompetes: Arthur Maziero, Gabriel Castro, Lucas P. B. Siqueira, Kauan D. A. Costam, Nívea Rosa, Clóvis Beltrami e Wallace Tobias

– “Trumpet serenade”, de Milton Dieterich

– “Tango”, de Isaac Albéniz

– “Bola de meia, bola de gude”, de Fernando Brant (gravada por Milton Nascimento)

arranjo: Hudson Nogueira

– Grupo de low brass (metais graves):

trombone 1: Nathan Flores de Oliveira

trombone 2: Thiago dos Santos Silva

euphonium: Eduardo Vieira Novais Neto

tuba: Samuel Filipe Santos Paixão

– “Harre meine seele, harre des herrn”, de Cesar Malan

– Trio de trompas:

trompas: Kelton José do Nascimento Evangelista, Juliana da Silva Landinho e Jonathan Gaspar Ramos

– “Kum bah yah” (canção folclórica africana) 

– Dueto para trompetes:

trompetes: Oséias De Souza Januario e Emily Sthephanie Mateus Calado

– “Dueto avançado para trompetes e horns”, de Saint-Jacome

– Quarteto de flautas:

flautas: Tiffany Martins Ost, Eduarda Almeida de Souza, Ana Silvia Araujo Ribeiro, Muryllo Martins

– “A família Adams”, de Andrew Lippa

arranjo: Andrew G.

– Fagote e acompanhamento:

fagote: Isaque Daniel Gonçalves Brolezi

– “Perfect”, de Ed Sheeran 

– Oboé e acompanhamento:

oboé: Mariana de Souza

–“Carinhoso”, de Pixinguinha

– Quarteto de clarinetas:

clarinetas: Kevin Joaquim do Nascimento Evangelista, Leticia Dias Alves, Lorrane Pelogia de Souza

clarinete baixo: Kaio Dias de Moura

“Carmen”, de Georges Bizet

arranjo: David Silva Monje

– Grupo de clarinetas:

clarinetas: Kevin Joaquim do Nascimento Evangelista, Cristian Alerrandro Maziero, Lorrane Pelogia de Souza, Adrian Daniel Ribeiro da Costa, Nicollas Tramontelli da Silva, Larissa Parra Lourenção, Letícia Dias Alves, Lorrany Gabriela Assunção Bueno, Júlia Nunis Moura

clarinete baixo: Kaio Dias de Moura

– “Overture 1812”, de Piotr Ilitch Tchaikovsky

arranjo: Max Ferreira 

– Trio de clarinetas e fagote:

clarinetas: Letícia Dias Alves, Júlia Nunis Moura

fagote: Isaque Daniel Gonçalves Brolezi

– “Habanera”, de Georges Bizet

– Grupo de saxofones:

saxofones altos: Vivian Vieira Estavam Novaes, Rafael de Freitas Marques, Ana Clara Nava Sarto, João Victor Stefani Araujo, Leticia de Oliveira Varjão, João Dias de Almeida, Saxofone Tenor: Zainy Cristina Cipriano, Vinicius Lopes Rosa, Saxofone Baritono: Marco Aurélio Filier Junior

bateria: Mikael Moura Forquim

– “Libertango”, de Astor Piazzolla

arranjo: L. Marcolina

saxofones sopranos: Vivian Vieira Estavam Novaes

saxofones altos: Rafael de Freitas Marques, Ana Clara Nava Sarto, João Victor Stefani Araújo, Leticia de Oliveira Varjão, João Dias de Almeida

saxofones tenores: Zainy Cristina Cipriano, Vinicius Lopes Rosa,

saxofones barítonos: Marco Aurélio Filier Junior, Bateria: Mikael Moura Forquim

– “Alfred moves to Helena”, de J. Mchugh  e D. Fields 

arranjo: Neves

– Quarteto de jazz:

flauta: Rebeca de Oliveira Sebastião

clarone: Leandro Cesar Alves

bateria: Gabriel Sakae Santos Tessari

piano: playback

– “Baroque and blue”, de Claude Bolling 

– Grupo de percussão:

alunos: Giovanna Grimaldi de Oliveira, Lourenzo Rafael Padovan, Rafael de Oliveira Sebastião, Gabriel Sakae Santos Tessari, Maria Eduarda Bezerra

– “Tom-Tom Foolery”, de Alan Abel

Crédito da foto: Gabriel Oliveira

Biblioteca Municipal de Hortolândia atinge marca de 6.000 usuários cadastrados

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Órgão da Prefeitura disponibiliza cadastro on-line para quem quer se tornar leitor 

Mesmo com as redes e mídias digitais, o público ainda se interessa pelo hábito da leitura. Prova disso é que a Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, órgão da Prefeitura de Hortolândia, alcança a marca de 6.003 usuários cadastrados. Essas pessoas podem usufruir e pegar emprestado gratuitamente obras que integram o acervo do espaço, que atualmente conta com mais de 17.000 títulos. O acervo pode ser consultado por meio deste site.

Para facilitar a vida da população, a biblioteca oferece o serviço COB (Cadastro Online) e emissão da carteirinha digital. De acordo com dados da biblioteca, em junho deste ano foram feitos 20 cadastros on-line e emitidas 55 carteirinhas digitais.

Para o coordenador do espaço, Rafael Antonio da Silva, as ferramentas digitais oferecidas pela biblioteca municipal têm ajudado na ampliação e formação de novos leitores cadastrados e no incentivo sobre a importância do hábito da leitura. 

“O COB torna mais ágil o cadastro de quem deseja ser leitor da biblioteca. Enviamos um link pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhastApp. Por meio desse link, a pessoa faz um pré-cadastro sem sair de casa e sem custo com cópias de documentos. Ela pode enviar toda a documentação necessária digitalmente. Já a carteirinha digital está sendo bem avaliada pelos leitores. Eles não precisam levá-la na carteira, pois o documento fica disponível no celular. O próprio BiblioZap, cujo número é (19) 98970-7332, tem dado outra dinâmica no atendimento ao público sobre informações para o cadastro e as renovações on-line do prazo dos livros emprestados”, destaca Silva.

Quem se cadastrar e se tornar leitor assíduo da biblioteca, pode ter direito a benefícios como Leitor Prime e Leitor VIP. Atualmente, a biblioteca tem sete Leitores Prime e 76 Leitores VIP.

Dicas de leitura

Ainda por meio do serviço on-line BiblioZap, a biblioteca envia aos leitores cadastrados dicas de leitura e novidades do acervo. A biblioteca ainda tem marcado presença forte nas redes sociais por meio de suas páginas no Facebook e Instagram

Além das ferramentas digitais, a biblioteca municipal realiza várias ações, como “Achei um livro”“Gostou? Leva pra casa!” e a banca de troca de livros. Ao longo do ano, a biblioteca ainda ações pontuais relacionadas a datas comemorativas ao universo literário e à cultura em geral.

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, ou pelo e-mail bibliotecacentral.smc@hortolandia.sp.gov.br. A Biblioteca Municipal está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que é obrigatório o uso de máscara dentro da biblioteca durante o tempo de permanência no local.

Inscrições abertas para curso de políticas culturais

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Atividade começa nesta segunda-feira (04/07), na Escola de Artes Augusto Boal

Quem atua com cultura precisa conhecer a legislação que rege sua atividade profissional. É com esse objetivo que a Prefeitura de Hortolândia oferece um curso básico sobre políticas culturais. As inscrições podem ser feitas por meio deste LINK. De acordo com a Secretaria de Cultura, são 15 vagas disponíveis. O curso é para integrantes do Conselho Municipal de Políticas Culturais (CMPC), artistas e fazedores culturais do município. O curso começa nesta segunda-feira (04/07) e vai até o dia 25 deste mês, no horário das 19h às 22h15, na Escola de Artes Augusto Boal, localizada na rua Casemiro de Abreu, s/nº, Jardim Amanda. A Prefeitura reforça a orientação que é o obrigatório o uso de máscara no local durante a realização do curso.

O curso terá quatro módulos temáticos. Nesta segunda-feira, o primeiro módulo será sobre “Direitos Culturais”. Serão abordados os tópicos direitos culturais nos diplomas internacionais, direitos culturais na Constituição Federal, e direitos culturais na legislação infraconstitucional.

Já no dia 11/07, o curso terá como tema “Sistemas de Cultura”. Serão abordados os conselhos e sistemas nacional, estadual e municipal de Cultura, leis de incentivo e fomento, mecenato, e financiamento da Cultura.

O tema políticas culturais será abordado no terceiro módulo, que será ministrado no dia 18/07. Os participantes aprenderão sobre políticas culturais públicas e privadas, vetores para políticas culturais, e tipologia de políticas culturais.

O quarto e último módulo será no dia 25/07 sobre política cultural comparada e um estudo de caso. O curso será ministrado por Felipe Garofalo Cavalcanti. O profissional é formado em Direito, com especialização em gestão pública. Atualmente, é curador no Museu da Cidade de São Paulo.  

O secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno, ressalta que, em virtude da Cultura ser uma área dinâmica, é importante que seus profissionais sempre atualizem conhecimentos. “A Cultura é dinâmica. Por isso, estamos trabalhando para aprimorar o debate sobre essa área no município, em particular, e no país, de forma geral. Hortolândia é referência na implantação do Sistema Municipal de Cultura. Estamos o tempo todo buscando atualizar os fazedores para ampliar o diálogo com eles e tornar a relação cada vez mais efetiva”, destaca Bueno.

Sarau “Parada Poética” terá clima de “arraiá” com o músico convidado Enok Virgulino

Evento da Prefeitura de Hortolândia será nesta segunda-feira (04/07), às 19h, no Centro de Memória

O clima de “arraiá” vai dominar o sarau “Parada Poética” que a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta segunda-feira (04/07). O convidado da vez será o músico Enok Virgulino (foto). O evento será, às 19h, no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O evento é realizado pela Prefeitura sempre na primeira segunda-feira de cada mês.

O artista ficou famoso com seu acordeon à frente do Trio Virgulino, do qual fez parte durante 38 anos. O grupo, formado na cidade de Parnamirim, no interior do Pernambuco, despontou no cenário musical nos anos 1980 com seu forró tradicional. 

Na década seguinte, o trio ampliou seu sucesso, conquistando um público mais jovem, graças ao movimento do forró universitário. Nessa época, o trio chegou a fazer shows em outros países como França, Estados Unidos, Inglaterra, Espanha e Suíça. Ao longo de sua carreira, o grupo se apresentou e gravou com artistas renomados, como Dominguinhos, Elba Ramalho, Alceu Valença, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Osvaldinho do Acordeon, Tato (líder do grupo Falamansa) e Zeca Baleiro. 

Em 2018, Enok decidiu seguir carreira solo com o lançamento do primeiro álbum, “Forró bom é aqui!”. Neste ano, o músico lança o segundo disco solo, intitulado “Enok Virgulino convida”, que conta com participações de Gilberto Gil, Chico Cear, entre outros artistas.

“A Parada Poética deste mês está incrível, porque exalta a cultura das festas populares nordestinas. E o povo dessa região faz parte da matriz cultural de Hortolândia. O sarau desta segunda-feira será uma festa linda, com uma temática toda especial”, destaca o secretário de Cultura, Régis Athanázio Bueno. 

Declamar poesias

Além de conferir a participação de Enok Virgulino, o público poderá soltar a voz para declamar poesias ou textos literários de autoria própria ou de autores conhecidos no sarau. 

Para participar, é só comparecer no dia do evento. A curadoria é do músico, escritor e mestre de cerimônia Renan Inquérito, criador do sarau. O evento terá ainda as intervenções musicais do DJ Viny e seus toca-discos. O sarau tem classificação indicativa para pessoas com idade a partir de 16 anos. Além disso, o evento terá área de alimentação.

Novidades tecnológicas e exposição

Entre uma declamação poética e outra, o público poderá ainda conhecer o Centro de Memória. O espaço ocupa o prédio da antiga estação ferroviária Jacuba, que foi restaurado pela Prefeitura e inaugurado em 2014. O espaço guarda parte importante da história do município, com um acervo de objetos, fotos e materiais antigos. 

O Centro de Memória ainda oferece duas novidades tecnológicas para o público. A primeira é a câmera de monitoramento de trens que passam na via férrea ao lado do local. A câmera, do modelo 360º, funciona 24 horas. As imagens da câmera são exibidas em tempo real no canal no YouTube do grupo Railcam Brasil

O equipamento foi inaugurado no evento “Café Com Viola”, realizado, em maio, pela Prefeitura em comemoração ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia. 

O fornecimento e a instalação do equipamento foram feitos pelo grupo Railcam Brasil, que reúne admiradores e fãs de trens e ferrovias do Brasil e de outros países. Hortolândia é o segundo município a receber a câmera. A iniciativa conta com o apoio da empresa Rumo e da Prefeitura. Além da câmera, o grupo disponibilizou o Wi-Fi gratuito no Centro de Memória, cujo uso é gratuito somente para visitantes, mediante uso de senha, fornecida pelo espaço. 

Outro atrativo do Centro de Memória é a exposição “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”, em homenagem ao Mestre Chiquinho, um dos moradores mais ilustres da cidade.  

A exposição, inaugurada em dezembro de 2021, reúne cerca de 100 objetos, dentre fotos, vestimentas, fantasias e outros itens, que fazem parte dos acervos pessoal de Mestre Chiquinho e do próprio centro. Um dos itens de destaque é uma foto antiga do avô de Mestre Chiquinho, que de acordo com ele, tem mais de 100 anos. “É a foto mais antiga da exposição”, conta o homenageado.

Parada Poética

O sarau foi criado pelo poeta e rapper Renan Inquérito, em 2013, e desde então já se tornou um evento de referência na região. O poeta já é conhecido em Hortolândia. Em 2019 e 2020, em parceria com a Prefeitura, Renan realizou o sarau “Aqui Trem Poesia”. Já em 2021, em virtude da pandemia, o evento teve edições on-line ao vivo. 

A primeira edição do sarau aconteceu em março deste ano, com a participação de Fernando Anitelli, líder do grupo Teatro Mágico. As demais edições já tiveram os rappers Gog e Fabio Brazza, a cantora Ellen Oléria e o poeta Sergio Vaz, e o rapper RAPadura Xique-Chico.

Hortolândia recebe trem com cores do arco-íris, nesta sexta-feira (01/07)

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Passagem está prevista para às 16h; ação é comemorativa ao Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAP+

Hortolândia receberá a passagem de um trem com as cores do arco-íris, nesta sexta-feira (01/07). De acordo com a empresa Rumo, concessionária  do transporte ferroviário na cidade e na região, a previsão do horário de passagem da composição é por volta das 16h. A ação é para marcar o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAP+, comemorado na quinta-feira (28/06). As cores do arco-íris, também estampadas em bandeiras, são o símbolo do movimento LGBT.

A população poderá acompanhar a passagem do trem no Centro de Memória Professor Leovigildo Duarte Junior, órgão da Prefeitura de Hortolândia, localizado na rua Rosa Maestrello, 2, Vila São Francisco. O centro estará aberto normalmente até às 16h30. Caso o trem ainda não tenha passado no horário previsto, o espaço fechará e a equipe do órgão ficará no local para orientar o público. Por questão de segurança, o centro reforça para que as pessoas não desçam no trilho para acompanhar a passagem da composição.

Quem quiser, também poderá acompanhar a passagem do trem pela câmera de monitoramento instalada no Centro de Memória. A câmera é do tipo 360º e funciona 24 horas. As imagens da câmera são exibidas em tempo real no canal no YouTube do grupo Railcam Brasil

O equipamento foi inaugurado no evento “Café Com Viola”, realizado, em maio, pela Prefeitura em comemoração ao 31º aniversário de emancipação política de Hortolândia. 

O fornecimento e a instalação do equipamento foram feitos pelo grupo Railcam Brasil, que reúne admiradores e fãs de trens e ferrovias do Brasil e de outros países. Hortolândia é o segundo município a receber a câmera. A iniciativa conta com o apoio da empresa Rumo e da Prefeitura. Além da câmera, o grupo disponibilizou o Wi-Fi gratuito no Centro de Memória, cujo uso é gratuito somente para visitantes , mediante uso de senha. 

O Centro de Memória ocupa o prédio da antiga estação ferroviária Jacuba, que foi restaurado pela Prefeitura e inaugurado em 2014. Com um acervo de objetos, fotos e materiais antigos, a unidade guarda parte importante da história do município.

Enquanto aguarda a passagem do trem, o público pode ainda conferir a atual exposição em cartaz, “Chiquinho: trajetória e legado do mestre do mundo”, em homenagem ao Mestre Chiquinho, um dos moradores mais ilustres de Hortolândia. 

A exposição, inaugurada em dezembro de 2021, reúne cerca de 100 objetos, dentre fotos, vestimentas, fantasias e outros itens, que fazem parte dos acervos pessoal de Mestre Chiquinho e do próprio centro. Um dos itens de destaque é uma foto antiga do avô de Mestre Chiquinho, que de acordo com ele, tem mais de 100 anos. “É a foto mais antiga da exposição”, conta o homenageado.

Documentário “Limiar” é atração do projeto “Bate-papo de cinema” do Pontos MIS

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Filme será disponibilizado on-line a partir desta sexta-feira (01/07) até domingo (03/07); no sábado (02/07), às 18h, haverá bate-papo sobre a produção

Um relato intimista sobre as dificuldades e os preconceitos que um adolescente enfrenta ao decidir fazer a transição de gênero. Esse é o mote do documentário “Limiar”, atração do projeto “Bate-papo de cinema”, realizado pelo programa Pontos MIS (Museu da Imagem e do Som), do governo do Estado, e a Prefeitura de Hortolândia. O projeto disponibiliza on-line o filme, a partir desta sexta-feira (01/07) até domingo (03/07). Para assistí-lo, é necessário fazer inscrição por meio deste LINK. O longa-metragem integra a mostra “ICine de Cinema”, realizada em parceria com o movimento ICine, rede formada por cineastas, produtores e exibidores do interior e litoral paulista. O documentário tem classificação indicativa de 12 anos. A exibição do filme marca ainda o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIAP+, comemorado na terça-feira (28/06).

O projeto também promove um bate-papo on-line ao vivo sobre o filme, neste sábado (02/07), às 18h. Participarão do debate a diretora do documentário, Coraci Ruiz, e o presidente do coletivo de cinema, Kino-Olho, de Rio Claro, Raphael Paes da Silva. A mediação será da diretora e roteirista Giuliana Monteiro. O público poderá assistir o bate-papo no canal do YouTube do Pontos MIS, que terá interpretação em Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para deficientes auditivos.

No documentário, filmado entre 2016 a 2019, a cineasta Coraci Ruiz mostra a transição de gênero de seu filho, Noah, de 16 anos, a partir de relatos comoventes do jovem, da própria Coraci e de sua mãe. “Limiar” foi exibido em vários festivais de cinema do Brasil e de outros países. O filme recebeu prêmios de Melhor Direção no Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade, em 2020, e de Melhor Documentário, no 36º Lovers Film Festival, em 2021, na Itália.


Livro infantojuvenil “Diário de um banana – Rodrick é o cara” domina preferência dos leitores da Biblioteca Municipal

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Obra ficou em 1º lugar no ranking dos livros mais emprestados em junho; lista também traz os clássicos “Orgulho e preconceito” e “Quincas Borba”

A série infantojuvenil “Diário de um banana” segue no topo da preferência dos leitores cadastrados da Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte, órgão da Prefeitura de Hortolândia. O volume “Rodrick é o cara” ficou na 1ª posição do ranking dos livros mais emprestados pela biblioteca, em junho. Outros dois títulos da série também estão na lista: “A verdade nua e crua” (9ª posição) e “Apertem os cintos” (20ª posição). Em junho, a biblioteca registrou um total de 999 empréstimos de livros.

Obras clássicas da literatura também têm atraído os leitores. Prova disso é que a 2ª posição do ranking ficou com o romance “Orgulho e preconceito”, um dos livros mais conhecidos da romancista inglesa Jane Austen. A obra já teve várias adaptações para o cinema. Uma delas é a de 2005, estrelada pela atriz Keira Knightley. Outro clássico literário que aparece no ranking é “Quincas Borba”, um dos títulos mais emblemáticos de Machado de Assis. 

“Embora os títulos da série ‘O diário de um banana’ continuem a ser os mais procurados, os leitores da biblioteca também estão se interessando pelos clássicos das literaturas brasileira e estrangeira e por títulos de outros gêneros literários, como mostra o ranking de junho”, destaca o coordenador da biblioteca, Rafael Antonio da Silva.

Séries literárias consagradas que foram transformadas em franquias cinematográficas igualmente bem sucedidas também continuam a atrair os leitores. Um exemplo é o romance “Jogos Vorazes”, que ficou em 3º lugar no ranking. 

Os best sellers também seguem em alta na biblioteca, com destaque para o romance “Estilhaça-me”, da escritora americana descendente de iranianos, Tahereh Mafi, que ficou na 5ª posição do ranking. 

Obras infantis também são entre as mais procuradas. Um dos destaques é “ Meu atlas pop-up das cidades”, obra que apresenta figuras tridimensionais em papel que se abrem em cada página. 

Outro segmento que tem atraído os leitores são os títulos didáticos. Um dos destaques do ranking é “Não erre mais – Língua portuguesa nas empresas”, que ensina e oferece dicas e orientações sobre como escrever corretamente. 

Consulta na internet

A Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte está localizada na rua Luiz Camilo de Camargo, 581, região central, no piso inferior do Open Shopping. O funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Vale lembrar que é obrigatório o uso de máscara dentro da biblioteca durante o tempo de permanência no local.

O acervo da biblioteca está disponível para consulta na internet, por meio deste SITE. O acervo tem mais de 17.000 títulos. 

Para estimular o hábito da leitura, a biblioteca várias ações, como “Achei um livro”“Gostou? Leva pra casa!” e a banca de troca de livros

Para mais informações, os usuários e o público podem entrar em contato com a biblioteca pelo telefone (19) 3887-1684, pelo BiblioZap, serviço de atendimento via WhatsApp no número (19) 98970-7332 ou pelo e-mail bibliotecacentral.smc@hortolandia.sp.gov.br

Confira abaixo o ranking dos livros mais emprestados em junho:

Ranking dos livros mais emprestados – Junho de 2022Biblioteca Municipal Terezinha França de Mendonça Duarte
TítuloAutor
Diário de um banana – Rodrick é o caraJeff Kinney
Orgulho e preconceitoJane Austen
Jogos VorazesSuzanne Collins
Príncipe mecânicoCassandra Clare
Estilhaça-meTahereh Mafi
A origem dos guardiões – Mundos fantásticos
O jogo do amor ódioSally Thorne
É assim que acabaColleen Hoover
Diário de um banana – A verdade nua e cruaJeff Kinney
ObsessãoMaya Banks
Não erre mais – Língua portuguesa nas empresasMaria Lúcia Elias Valle
O cérebro que se transformaNorman Doidge
Química – Volume únicoTeruko Y. Utimura e Maria Linguanoto
O jeito Disney de encantar os clientesDisney Institute
Meu atlas pop-up das cidadesJonathan Litton e Stephen Waterhouse
Quincas BorbaMachado de Assis
Isolados – O enigmaBibi Tatto
A propostaKatie Ashley
Os Vingadores – A chegada dos Vingadores e A vingança de UltronKurt Busiek e George Pérez
Diário de um banana – Apertem os cintosJeff Kinney