Arte em graffiti, feita por mulheres, leva cores e imagens fortes à fachada do Caism em Hortolândia

Da Redação | Prefeitura de Hortolândia

Arte em graffiti, feita por mulheres, leva cores e imagens fortes à fachada do Caism em Hortolândia

Obra é fruto da 4ª Edição do Jacuba Festival de Grafitti – Edição Girls/Garotas, promovida pela Prefeitura

O Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher), órgão da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Hortolândia, está de cara nova. Neste final de semana (30 e 31/10), a fachada do espaço passou por intervenção feita por cinco artistas brasileiras, selecionadas para participar da 4ª Edição do Jacuba Festival de Grafitti – Edição Girls/Garotas, promovido pela Secretaria de Cultura e idealizado pelos grafiteiros “Kranium” e “Cabelin”. A ação mobilizou cerca de 40 espectadores e marcou o encerramento da campanha “Outubro Rosa”, de prevenção ao câncer de mama no município. A unidade de saúde está localizada na Rua José Pereira de Lira, 255, no Jardim Green Park Residence. 

A arte, que mescla palavras e imagens de mulheres reais ou mitológicas, como a Medusa, foi feita pelas graffiteiras Lu Bicalho, de Vitória/ES; Nati, de Brasília/DF; e pelo trio paulista Daiklinsk, de Itupeva; Deka Costa, de Sorocaba; e Mari Monteiro, de Bauru. Embora idealizado pelos artistas locais Kranium e Cabelin, a curadoria foi realizada apenas por mulheres. O evento contou ainda com oficinas de “stiker” (arte urbana que utiliza etiquetas adesivas), voltadas a crianças entre cinco e 12 anos de idade, oferecidas pela artista Mariana de Luz, conhecida no meio como “Looz”. Interessados em ver outras imagens da intervenção artística podem conferir a galeria de fotos do projeto neste link: http://mapadacultura.hortolandia.sp.gov.br/galeria-4a-jacuba-festival-de-graffiti-edicao-girls/

“O evento atingiu as expectativas, foi inclusivo e contemplou a diversidade. No mês do Outubro Rosa, as mulheres fizeram toda a diferença, tanto na arte quanto na conscientização sobre a prevenção e o tratamento do câncer de mama. A atividade temática deu muito resultado. Nossa expectativa é que, nos outros anos, aconteça também. A arte ficou muito bonita e o engajamento social foi muito bacana”, avaliou o secretário de Cultura, Régis A. Bueno. 

A primeira etapa do evento aconteceu na Praça “A Poderosa”, no Jardim Santa Izabel, onde uma equipe de três graffiteiras pintou os degraus da arquibancada em cores vibrantes, utilizando a técnica 3D (três dimensões) para criar figuras humanas. O trio liderado pela artista Bruna Moreira, mais conhecida no universo do graffite como “Bromou”, reuniu também Lady Brown e Ellen Amorim. Segundo a Secretaria de Cultura, o Jacuba Festival de Graffite buscou potencializar a expansão do movimento de mulheres no Graffiti, crescente em todo o mundo. 

Crédito da Foto: Kdu Oliveira